Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog Papagaio

Giló - O Papagaio Indiscreto

As Vacas Mais Alegres São dos Açores?

00054zbb.jpg

   A mim, não me restam dúvidas de que as mais alegres das vacas existentes na bovinice mundial são as açoreanas.

   Por várias ordens de ratransferir.jpgzões:

 - primeiro, porque tendo eu vivido muitos anos nos Açores, comprovei que não faltavam lá vacas. E só um cego que lá andasse é que não via as suas manobras graciosas e expressões faciais, melhor, trombais - puro hino à alegria! Muitos condutores até paravam à beira da estrada, junto ao pasto, para perceber se elas estavam bem dispostas ou não, sobretudo os condutores mais atrasados para o emprego. Outras vezes eram elas que vinham cá abaixo à estrada, junto às curvas e à saída das lombas. images (2).jpgDesciam o monte e atravessavam-se na rua, de certeza para travar um bate-papo e socializar com alguém das suas relações, algum lavrador mais conhecido lá do Nordeste ou da Fajã de Cima.

   Garanto que assisti, uma vez, pasto acima, um repórter do CM a tentar entrevistar uma suposta leiteira; quando se preparava para retirar o microfone vermelho para a entrevista o toiro fartou-se de rir, o que demonstra uma boa disposição, já pouco comum nos charoleses do nosso Portugal continental. Confesso que também achei uma certa graça, porque o charolês não se deixou ordenhar / entrevistar.

   Uma outra  vez, uma malhada é que levou com um camião TIR nos cornos, porque se atravessou na via rápida à entrada de Ponta Delgada e não ficou lá com muito bom aspeto! Ficou mesmo com má cara! Mas também ninguém deve ter bebido leite dessa e não é uma andorinha que faz (ou desfaz) a primavera.

  images (4).jpg Outra razão que corrobora a minha teoria é que, no outro dia, estava eu muito deprimido numa cama dum hospital e uma senhora do serviço, de touca, trouxe-me uma carcaça com manteiga, porque eu sofro de hiperlipidémia (colesterol, vá!, e a manteiga é importante!) e uns pacotinhos de leite acoreano; a carcaça ficou logo muito mal disposta por eu a ter trincado, mas os pacotinhos de leite açoreano começaram logo a dançar uns com os outros, muito divertidos, como no Toy Story, porque não me apeteceu bebê-los logo. Lá está: era leite dos Açores. Se fosse leite Gresso ou Mitransferir (1).jpgmosa, como têm a mania, se calhar ficavam de trombas e a queixarem-se de discriminação!

   Depois, só uma pessoa de má fé é que não vê que as ervas continentais não são tão verdes com as ervas açoreanas. Por isso, como o verde é esperança e alegria, uma vaca Micaelense ou da Praia da Vitória, quando rumina erva "daquela", fica a ver Deus! 

  images (5).jpg Eu aconselhava a comprar leite dos Açores, sobretudo para aqueles que sofrem de síndrome depressivo, por tais atributos organolépticos e espirituais! E quem se atrever a vir com aquele argumento maquiavélico de que as superfícies comerciais é que inventam estes chavões e campanhas da treta com argumentos de "fazer rir", só para vender gato por lebre aos consumidores e explorarem o produtor que se farta de trabalhar e não vê o sol às coroas, só pode estar marado dos chifres!

 Papagaiofoto do autor

 

39 comentários

Comentar post

Pág. 1/2