Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog Papagaio

Giló - O Papagaio Indiscreto

De como a Toscana Não Chega aos Pés do Alentejo...ou... Vá para Fora, mas Veja Primeiro Cá Dentro!

 

Mr-BO-Alentejano.jpg

  Felizmente, há muitas vantagens em não ser jornalista de viagens nem homem de negócios e uma delas é poder viajar por Portugal em trabalho e lazer, borrifando-nos para o estrangeiro. As duas circunstâncias (obrigação/ócio) permitem, de modo quase igual, usufruir do país maravilhoso que temos. E basta querer olhar para ele.

   Existem variadas entradas para chegar ao Alentejo e nenhuma delas exige necessariamente que se apanhem aviões ou se arrastem malas enormes em filas cansativas e desmoralizadoras de aeroportos. Duas delas: ou vir de carro pelo norte; ou vir de carro pelo sul ( também pode ser de moto ou de bicicleta!). Quem quiser vir do poente ou do oriente, também pode vir, incluindo da Toscana.  Quanto mais lento for o transporte, mais se aproveita a paisagem, acreditem!Resultado de imagem para paisagem alentejo

   No Alentejo, todas as viagens são curtas, tal a beleza encontrada, que de tão bela, nos faz querer sempre mais, lamentando por já ter acabado, lamentavelmente! A maior parte do tempo pode ser passada no trânsito sem ver trânsito nenhum, o que é uma grande vantagem, vantajosa. Aproveita-se o tempo para descontrair descontraidamente, ao contrário de

                                                                                    (AlentejoI: imagem real, não é a Toscana.)             outros sítios, como é o caso de certos acessos à Toscana! Ficar hospedado num complexo hoteleiro é fácil e recomendaríamos três hipóteses hipotéticas, a saber: alentejo central, no centro; baixo alentejo, mais abaixo; ou, ainda, norte alentejano, a norte - em qualquer deles ( é à escolha!) é possível encontrar hotéis deliciosamente deliciosos ou empreendimentos de turismo rural, muito rústicos e com camas vagas, imagine-se ( coisa que nem sempre se encontra na Toscana!).

   Algo a reter para aqueles que estão a pensar em conhecer locais como Portalegre, Évora ou Beja - e seus arredores, nas proximidades - é que é exatamente igual ao que vemos na(s) fotografia(s), quando fazemos uma pesquisa na internet, com grandes planícies, vilarejos nos topos das colinas, ou não!, pode ser também cá por baixo, sem colinas nenhumas!, campos demarcados a verde, amarelo, castanho e preto ( o porco e o touro andam por ali, a passear) e famosas árvores desalinhadas (sobreiros, azinheiras, oliveiras...). O Alentejo permite uma viagem verdadeiramente tranquila, pela tranquilidade, fazendo dele o lugar número um para um casal mais ou menos assanhado, ou calmo, para uma família que procura sossego sossegado, pondo os fedelhos a correr por tudo quanto é lado, de um lado para o outro, e ao mesmo tempo, descoberta do ótimo, que está aqui tão perto de nós, sem snobismo!Imagem relacionada

  Para os mais curiosos, não deixem de visitar aldeias, vilas e outros lugares fantásticos como Elvas, Terrugem, Borba, Alandroal, Marvão, Crato, Alter do Chão, Moura, Serpa, Vila Nova de São Bento, Pias, Amareleja, Reguengos, Évora, Redondo, Fronteira, Ponte de Sor, Campo Maior,

                                                                                            (AlentejoII: imagem real, não é a Toscana.)

 

Arronches, Vidigueira,  para sentirem os verdadeiros aromas da região. Estes são, pelo menos, alguns dos obrigatórios para quem quer sair de casa.

   Quanto à melhor altura para  visitar: o ano todo, sem racismos, extremismos, fundamentalismos... nem manias!

   No que diz respeito à gastronomia, quando tivermos fome, pode-se sempre esperar muitos enchidos e queijos, assim como carnes gordas (parece a Toscana, só que muito melhor!), mas o que define mesmo a região são os vinhos (parece mesmo a Toscana, só que quase melhor!). O Alentejo tem uma variedade de vinhos e uvas quase tão boa como na Toscana.  Se são amantes de vinho e querem meter inveja à Toscana, também podem trazer as vossas próprias garrafas, Ribatejo, Setúbal, Bairrada, Douro... ou... Toscana, e bebê-las no Alentejo, que fica e sabe muito bem. Garantimos!alentejo999999.jpg

   Se estão já a pensar nas férias do próximo ano e procuram algo sossegadamente sossegado, marcadamente marcante, com boa comida de comer e querem alargar alargadamente (com estilo estiloso) o vosso álbum de fotografias fotografadas de viagem simplesmente viajada, então achamos que está destinado o vosso destino: ALENTEJO!!! 

                                                                 (AlentejoIII: imagem real - não é a Toscana.)

Papagaio

 P.S.Qualquer semelhança entre este post e outros posts de viagens sobre a Toscana, não é mera coincidência, é mesmo veneno injetado DE PROPÓSITO pelo Papagaio. Disponham e sirvam-se!foto do autor

 

35 comentários

Comentar post

Pág. 1/2