Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog Papagaio

Giló - O Papagaio Indiscreto

15% off first order at luvyle.com

Gripe e Correntes de ar nas Conferências de Imprensa de Francisco George.

Francisco_George_Saude_pagi.jpg

   Poucos têm conseguido abordar a questão da portugalidade e da identidade portuguesa como o professor Eduardo Lourenço. Somos profundamente admiradores do sábio professor, por muitos aspetos, que não cabem aqui; mas já não admiramos tanto quando ele considera que os portugueses acreditam, com mania, na miragem de que são especiais, sem o serem, efetivamente. Que têm a mania, concordamos totalmente com o professor, que não são especiais, já discordamos frontalmente!

   Para comprovar a nossa teoria da "especificidade" dos descendentes de Viriato, repare-se , por exemplo, num pequeno particular: quando chega o frio, em certos países, vestem-se casacos e acende-se a lareira; em Portugal, convoca-se uma conferência de imprensa com o doutor Francisco George, na esperança de que os problemas provocados pela aragem se resolvam! Somos ou não somos especiais? É uma forma diferente de encarar a roda diária da vida! O Dr. George chega-se aos microfones e as temperaturas começam logo a subir, de tanto riso, é um facto!

   A propósito desta suposta "vaga" de frio que se aproxima, teve o doutor Francisco imensos problemas de comunicação - desde logo com a intérprete russa, que deveria corresponder expressamente de Moscovo para a tradução da comunicação de George. Ao que sabemos, invocou objeção de consciência para não se fazer presente, reclamando que as temperaturas primaveris que se fazem sentir em Portugal esvaziavam de conteúdo e sentido qualquer tradução que se quisesse realizar. Consta que, em russo, declarou: Пресс-конференция? эти португальцы потеряли рассудок!* ( tradução mais abaixo!)

   O segundo problema do Dr. George, nos comunicados de imprensa, é que ele tem pavor que a sua barba centenária seja a primeira a congelar com o frio, por isso é que enfatiza dramaticamente qualquer descida de temperatura, fazendo comunicados por tudo e por nada, e já ninguém o leva muito a sério - como é o nosso caso! Ainda há uns dias assegurou que ia haver vacinas para a gripe suficientes para todos. Quando os pensionistas ouviram a declaração, desataram a correr em pânico para os centros de saúde e esvaziaram os armários numa manhã. De modo que não sobraram quase vacinas! Mais uma falsa informação prestada pelo Dr. George!

   O terceiro problema é o mais grave: o próprio conteúdo da comunicação ao país! O Dr.Francisco, cheio de sentido cívico,  - e porque tem de justificar o salário ao fim do mês - deixou as suas recomendações para enfrentar a "VAGA" de frio, oito, ao todo, das quais destacamos três, a saber: 

1ª recomendação:ligar uma lanterna;

2ª recomendação: ter sempre por perto um rádio;

3ª recomendação: estar atento às notícias.

GLACT!...como se combate o frio com estas recomendações, ó doutor?

Ah! Já sei!:

1ª recomendação: « Não se vê puto nesta sala de jantar! Se não der com a lanterna estou sujeito a entesar das minhas ricas costas!»

2ª recomendação: « Da-se, tenho os dedos congelados, Evaristo! Ora deixa cá ligar na TSF, pode ser que aqueça!»

3ª recomendação: « Ó Joaquina, está aqui um frio do caraças, podias ir comprar-me o Público, se faz favor?»

Papagaio

* Tradução: fala de alguém marado dos cornos, mas não vamos aprofundar, que este espaço procura ser decente e não apoia o vernáculo!

foto do autor

   

   

21 comentários

Comentar post

Pág. 1/2