Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog Papagaio

Lúcia Gonçalves... ou... "De como anular a Libido a um Leitor"

monte das tílias.jpg

    O "Monte das Tílias" promete reinventar o conceito de Amor e  de Romance,  nomeadamente através de uma nova perspetiva que abala as fundações do Ato Sexual, pelo menos se entendermos este último na forma vulgar como a sociedade está habituada a vê-lo. 

     Comecemos pela apresentação da obra, que tenta enquadrar previamente o leitor na narrativa e onde é possível ler, entre outras, as seguintes passagens:

   O Monte das Tílias é a verdadeira história de amor(...) ao leitor é exigido ler com os cinco sentidos, arquitetando os aromas, as cores, os cheiros(...) os momentos íntimos, não chocando,...são ousados e arrebatadores(...)

     De facto, não poderíamos estar mais de acordo. Esta apresentação faz justiça ao conteúdo intrínseco da obra. A presença sistemática dos cinco sentidos, o arrebatamento emocional, a ousadia e a intimidade do casal burguês norte-alentejano não poderiam estar melhor e mais realisticamente representados do que neste texto. Que seja dada, com a paciência da autora, prova disso mesmo, já aqui ao lado:

 

João:  - Já cá estou, não te despes?      

Amélia:  - Tem calma. Primeiro, vou lavar-te. Cheiras demasiado a gado. (?)

(...)

João: - Vou acariciar-te. Não te assustes. ( Note-se a intensidade das frases no modo declarativo, aquando do anúncio espetacular das carícias vindouras. nota do Papagaio1.) -  diz joão ao ouvido quando toma o tufo de pelos púbicos na sua mão. - Vou conduzir-te até ao paraíso, minha deusa celta. (Repare-se, novamente, na particularidade das frases insistentemente no modo declarativo. E atente-se na existência de deusas celtas no distrito de Portalegre!  Nós não estávamos ao corrente deste dado folclórico e cultural! nota do Papagaio 2.).

(...)

João: - Acabaste de te vir, doce Amélia. Agora estás pronta para me receber. (Os controladores aéreos do Humberto Delgado e do Sá Carneiro costumam expressar-se neste registo telegráfico, aquando da aproximação de um avião à pista. Atente-se no tom à C3PO e R2D2, nada artificial... é de ir às estrelas!... guerra das... nota do Papagaio 3.).

Amélia: - Vai doer?

João: - Um pouco. Mas não te preocupes, vais ver que apesar da dor, vais sentir prazer, não te preocupes... ( João parece ser um homem muito experiente, tal a sabedoria que transpira na hora H. Serão muitos anos a virar frangos (as)! nota do Papagaio 4.)

João: - A natureza preparou o corpo da mulher para receber na perfeição o do homem. Vou preencher-te!(Atenção: nada de colocar as mãos no fogo pela Natureza. Nos dias que correm é arriscado. Ela anda meio trocada, por aí, a fazer asneiras... nota do Papagaio 5. - Liga-te a mim pelo olhar...oh!...AMÉLIA!...

Amélia: - Oh!, JOÃO! Estou bem...de verdade... apenas zonza... foram muitas sensações ao mesmo tempo. Obrigada pelo carinho e pelo prazer. ( sem comentários nota do Papagaio 6.).

João: - Oh, minha doce esposa! Anda cá! Espero que desta vez tenha correspondido aos teus sonhos. ( Eu, pessoalmente,  acho que dá imenso jeito, no momento do orgasmo, solicitar às nossas esposas que venham ter connosco. Não esquecer sempre de perguntar se a ejaculação permitiu atingir os sonhos. nota do Papagaio 7.).

Amélia: - Todos os sonhos que tinha já foram superados. ( confirma-se que atingiu e foi mais para além, até!. nota do Papagaio 8.).

(...)

João: - Oh, AMÉLIA, obrigado por me ofereceres a tua pureza! - agradece emocionado - É melhor irmos jantar. (depois da ofertação feminina da pureza virginal, nada melhor que preencher as necessidades da gula, fazendo questão de explicar à cara metade  - numa frase declarativa e repleta de emoção! -  que  a barriga está a dar horas e que é melhor ir para a cozinha preparar a bucha! nota do Papagaio 9.).

 créditos: Gonçalves, Lúcia, O Monte das Tílias,ed. Colibri

 

P.S./Nota de rodapé: Esperamos, sinceramente, ter contribuido para o disparar das vendas deste romântico volume. Não é preciso agradecer.

Papagaiopapagaio

 

4 comentários

Comentar post