Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog Papagaio

Giló - O Papagaio Indiscreto

O Natal do Pai Natal...

 Resultado de imagem para abraço ao Pai Natal cartoon

   Ontem à noite o Pai Natal voltou a andar por aí...

   No saco da vestimenta, estava o já velho fato, roído das traças, mas ainda com algumas qualidades para ser utilizado numa dramatização natalícia. À falta de cinto, um antigo tubo plástico de esgoto de uma máquina de lavar serviu para o aperto do fato na barriga. O saco era vermelho e pesado, longo - dir-se-ia que vinha expressamente da Lapónia, com tamanho suficiente para guardar os milhões de embrulhos para a inacabável criançada mundial. Mas lá dentro, apenas alguns chocolates para a curta volta à "freguesia" - não era possível mais!

   Óculos escuros para tentar disfarçar a identidade real, uma barba postiça muito desgrenhada e uns sapatos esburacados, quase sem sola e calçados ao contrário, que este Pai Natal tem de se armar um pouco em palhaço, também.

   Uma ronda pela vizinhança mais próxima... a Clarinha, filha da vizinha de baixo, repentinamente, e do mais fundo do coração, emociona-se ao largo e dirige-se sem quaisquer hesitações ao Pai Natal, da forma mais honesta, espontânea e sentida que é possível ver, pregando-lhe, sem pedir licença, um abraço apertado, do tamanho do universo! Não havia mais braços para tanta cintura! Exclama: - Pai Natal!! E ficou ali agarrada, por breves ou largos momentos ( não se sabe!), como se tivesse tocado as nuvens. A Clara mostrou e fez lembrar a todos como é ser criança...novamente!

   O Pai Natal não estava à espera de tão ternurenta sinceridade e de tão autêntica expressão!  Nem o próprio tubo do esgoto preso à cinta estragou o momento!

   São assim, as crianças: tudo o que é terrivelmente vísivel aos olhos dos adultos não passa de um pormenor sem significado na visão de um pequenito.

   O Pai Natal ficou com uma lágrima completamente inesperada ao canto do olho... afinal, quem diria que seria ele a levar com a melhor prenda!? E esta, hein?

PapagaioGiló Papagaio Indiscreto.png

5 comentários

Comentar post