Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog Papagaio

Giló - O Papagaio Indiscreto

Selfie ou Selfish?

 

selfie selfish.jpg

    O espaço mais fotografado da atualidade é o do umbigo! E com um espelho a ajudar sempre vai dando grandes planos, disso que ninguém tenha qualquer tipo de dúvidas. A beleza do cosmos à nossa volta vai passando para segundo plano -  as paisagens, os pássaros no ninho, as nuvens no céu e o pormenor fascinante da vida, captado por uma alma mais tocada pela sensibilidade, está tudo escondido. Primeiro estou EU...e o meu umbigo... o resto vai passando ao lado, a menos que seja alguma coisa que me traga cliques e instantâneos virais.

    Não vamos estar para aqui com paninhos quentes a afiambrar discursos intermédios - por mais que digam que esta é a sociedade da imagem. Se é a da imagem, então deve ser a da imagem balofa e boçal! Nada serve de desculpa para o culto que se faz do egoísmo e do individualismo narcisista - culto(s) com o(s) qual (ais) não concordamos, de todo. Não é esse o caminho nem é caminho que se apresente. Aliás, é péssimo sinal!

   E que ninguém venha criticar que é discurso de "Velho do Restelo"; que são só umas fotografiazinhas, que o telemóvel não tem mal nenhum, que a malta nova tem direito... Em primeiro lugar, a malta nova sempre primou por não saber muito bem sobre o que faz, por isso mesmo é que é "malta nova"; depois, porque isto já tomou, há muito tempo, proporções que vão muito para lá daquilo que o Diabo projetou. Não é um problema de "malta nova", é um problema de toda a gente e os mais velhos são, tantas vezes, aqueles que dão o mote aos maus exemplos.

   A reboque das redes sociais desculpabiliza-se, por outro lado, o ator e responsabiliza-se a tecnologia; que os tempos são assim mesmo, que temos de acompanhar e que não vale a pena ir contra isto. Argumento enganador e que começa a dar sinais de estar gasto. Cada um acompanha o que quiser e se alguém se atirar a um poço não significa que todos sigam o exemplo.

   Alguém sofre de Bullying, culpa do Facebook; outro atropela alguém, culpa das câmaras de vigilância e do Instagram; fulano insulta beltrano em direto - culpa do Twitter, do Pinterest; os filhos e os pais não conversam, é porque passam a vida no MSN ou na blogosfera; a Ritinha passa vida ao espelho a tirar fotos às nadegas e a mostrar o decote minimalista - é do Smartphone! Na verdade, um revólver dispara, as armas são perigosas,  mas se não houver um dedo que prima o gatilho...

   Havia uma alma que dizia que o mal sempre está na falta de noção e de visão, em não haver a sensibilidade para a medida ou para o  momento em que se deve parar; as pessoas estão a empenhar o espírito, porque só têm olhos para os anéis que levam nos dedos.

Papagaio

11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2