Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Giló - O Papagaio Indiscreto

Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog Papagaio

Tudo o que (Não) deve fazer até à passagem de ano de 2018... e no que restar da sua vida!

 

2018 reveillon.jpg

 

a) Ler os os livros de José Rodrigues dos Santos que tenham mais de 495 páginas;

 

b) Declamar um poema que rime com "...ella " em frente à porta da DGS, sobretudo se a Graça estiver lá dentro a fazer o reveillon;

 

c) Enviar um cartão de Boas Festas à EDP, como agradecimento pelas novas tarifas que estão a ser preparadas;

 

d) Comprar um antispam e oferecê-lo ao Francisco J. Marques, com desejos de melhoras para a sua mailbox;

 

e) Abrir uma conta no iTunes e descarregar as músicas do Tony Carreira ( ou do Frédéric François... ou do Jean-Jacques Goldman... não vai dar pela diferença!);

 

f) Oferecer uma esmola aos indivíduos do PS, para as ajudas de custo e para o financiamento ( já agora, oferecer também qualquer coisita aos outros partidos todos, que eles estão sempre necessitados!);

 

g) Presentear Marcelo Rebelo de Sousa com um Voucher de farmácia, a descontar em ansiolíticos e carvedilol, de modo a debelar a hiperatividade do Chefe de Estado e a obrigar o Presidente a passar mais tempo de qualidade com os seus.

 

h) Telefonar aos "Queridos Que Mudam as Casas" e pedir-lhes que vão fazer o programa para Pedrógão e Castanheira de Pera, a ver se aquilo anda de uma vez...;

 

i) Escrever uma carta à taradóloga Maya a solicitar que faça uma das suas previsões para 2018, a ver se vai ser preciso adquirir mais extintores, à cautela,...ou se serão mais úteis as rolhas de cortiça, para colocar nos ouvidos e não ouvir as queixas e pedinchices sistemáticas dos agricultores...;

 

j) Redigir um abaixo-assinado a solicitar o indulto presidencial para os quatro jogadores do Rio-Ave ( e para o restante plantel, se for caso disso!).

Papagaio

20247235_DWGF3[1].jpg

 

 

Neste Natal, nós só queremos a Autoeuropa na Transilvânia.

   

autoeuropa.jpg

    Com tanta greve junta e sistemática, desejamos ao staff da Autoeuropa um bom natal, de preferência sem terem que voltar para casa de Uber.

    Dizem as más línguas (ou as línguas que sabem mais que os outros) que, na Alemanha, a administração do grupo automóvel  em causa está pelos cabelos com tanto cartaz e com tanta birra, e já faz contas a uma hipotética desmobilização da produção para a Roménia ou para Marrocos, onde os salários são mais baixos e as greves quase não existem.

   Ainda bem que há gente com sentido dos seus direitos e com a noção de que Portugal ainda é um aparente país democrático. Haja também desejo de união e partilha familiares, desde que ninguém se importe de passar a fabricar triciclos e patinetes.

   Somos totalmente a favor dos direitos da família e da partilha. Resta é saber se a VW estará convencida completamente sobre se os trabalhadores de Palmela vão mesmo para casa quando acabam os seus turnos.  Há quem jure que uma parte considerável do Family Quality Time  e dos aumentos salariais exigidos pelos sindicatos é passado e gasto nos cafés e casas do Benfica, Sporting e Porto, a malhar minis. Filhos, nem vê-los!

   Papagaiopapagaio

Comentários... ou nem por isso!

Como fazer comentarios .png

 

   Ao que parece, devo ter sido o único a não se aperceber que os comentários estavam off, no blogue do Papagaio. Mesmastúpido!!!!

   Obrigadinho!, ó Maria... estás sempre "de olho"! Sabes que eu sou como o professor Agostinho da Silva, que pagava o jornal com uma nota de cinco contos de reis cinco contos de reis.jpg e ia embora, sem querer saber nem fazer caso do troco...; como sou uma besta, onde ponho a mão, só deixo asneira. Daqueles que colocam a panela ao lume e se esquecem dela a torrar! Pronto!!

Só há uma coisa que não faço, que é deixar o carro estacionado em cima de árvores! Isso NÃO!

Papagaio

P.S. O tamanho de letra é cá um assunto só entre a Maria e a minha ave! Não se metam, s.f.f.!

papagaio indiscreto.jpg

 

 

 

 

Conversas a propósito de livros e editoras

   

bier_livrosleitores_2.jpg

 

   À volta da mesa do café, em conversa, contava-me um amigo meu - editor e livreiro -  que recebe anualmente, na sua redação, para cima de 1500 exemplares com originais. E trata-se de uma pequena editora! Ora, para quem saiba fazer contas rápidas, isso significa que, em Portugal, para cada indivíduo que acha ter potencial como escritor, no máximo, existem apenas cinco leitores disponíveis.

    Um pouco ao contrário dos médicos: em cada centro de saúde chegam a passar-se casos de serem 15000 utentes para cada médico de família! Estarão, assim, feitas todas as medições!: a matemática sempre se revestiu de uma poesia muito dura, fria e amarga... e difícil de aceitar por certos umbigos. Não há maneira de a querer aceitar e de o querer admitir...

  Trata-se de um pequeno exemplo, porque se quiséssemos adensar ainda mais o drama, lembraríamos de certas editoras, as chamadas vanity publishers/press (edições de autor), que rapidamente acumulam milhares de volumes de outros tantos autores, livros que, em muitos casos, ficam perdidos e não chegam a ter viv'alma que lhes pegue. E bem caras saem essas edições...

   A imagem lírica que temos de nós enquanto país culto é tão falaciosa como aquele spot televisivo que mostra uma menina embrenhada na leitura de um calhamaço, enquanto circula num elétrico. Até parece, pela força de tal pintura, que em Portugal se gosta de ler! Errado! - ficamos distraídos a olhar para a  menina gira e alheada e não reparamos nos outros 40 passageiros do elétrico, que fazem tudo menos ler. Têm um comportamento e uma vida "normais"! - tiram macacos do nariz, olham com enfado para o relógio, coçam os testículos, prendem com as duas mãos a  malinha e a carteira, com medo dos assaltos, ouvem música com headphones gigantes nas orelhas, voltam a coçar os testículos, acomodam as cestas e os sacos com as compras... mandam mensagens no Facebook...dormem...

   Se o meu amigo editor aceitasse publicar todo o "entulho" que lhe chega às mãos - ele lamenta, mas garante-me não ter encontrado, ainda, outro termo que caracterize 95% dos textos que recebe - entraria na bancarrota antes de poder dar um "ai".

   Eu pus-me a pensar neste escândalo, e cheguei à conclusão de que o homem tem razão! Já mais tarde, enquanto caminhava lentamente para casa, lembrei-me de imaginar da seguinte forma: se por detrás de cada um de 1500 originais houvesse, por quaisquer magias indecifráveis, também um "bom" escritor, com uma história interessante para contar, entusiasmante, digna de ser conhecida, pela originalidade da forma e do conteúdo e merecedora de ver investida uma parte do tempo por parte dos outros, os leitores, a verdade é que nenhuma dessas histórias seria lida por muito mais que cinco pessoas! Não haveria leitores para mais!

   Para além de uma estupidez, isto seria um desperdício... ou não, uma vez que Deus terá calculado tudo muito bem e previamente terá colocado, na grande maioria dos casos, atrás de cada manuscrito, alguém com a quimera de que nasceu com um dom especial para escrever... mas só mesmo com a quimera!... nada mais!

   Que dizer mais? Provavelmente, será mais fácil descobrir "o que não dizer!". Não dizer, por exemplo, que as editoras é que têm sempre a culpa, que as redações editoriais são feitas de gente preconceituosa que não sabe dar o verdadeiro valor às coisas e às pessoas, aplicando justiça, que os livreiros e distribuidores só beneficiam  os famosos e só apostam em autores que dão lucro. Mas que raio de PORRA!!!  é que querem que as editoras façam? Quem é que consegue dar vazão a um país onde todos querem ser autores mas onde quase ninguém lê?

   Quem publica tem as suas culpas, verdade! Mas vivemos num país mesmo esquisito! E não me venham com: " ai isso não é nada verdade, que eu até leio muito, eu farto-me de ler..." - peço desculpa, mas...TRETAS!!!!!

    Em Portugal lê-se muito pouco! E no arrasto e alheamento provocados pelas tecnologias e pelas redes sociais, cada vez se lê menos. Em Portugal, o que temos é a vontade de nos exibirmos - daí, os tais escritores mais bastos que os cogumelos e a profusão de almas que dizem que são leitoras, mas que se limitam a andar de livro na mão, de preferência com algum volume da moda e de autor estrangeiro! 

Papagaiopapagaio

 

   

   

As Melhores Frases de 2017

frases.jpg

 

 ronaldo.jpg

A - Sou o melhor jogador da história... Cristiano Ronaldo

 

 

 Papagaio: Ó fofinho, estás é a esquecer-te do D. Afonso Henriques e do Daniel Negreanu!

 

 

 

 

 

 

B - Quando uma mulher gosta mesmo de um homem, aguenta tudo, espera o tempo que for preciso... Margarida R. Pinto

 

  Papagaio: Está explicada a razão da moça reter tanto o xixi...e ir tão pouco à casa de banho! Também consegues fazer isso quando é cocó, ó fofa?margarida rebelo pinto.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

C - A Georgina Rodriguez não está à espera de bebé... Pimpinha Jardim 

 

 

Papagaio: Tens razão, fofa, aquela coisa que ela tem lá em casa,  a sugar-lhe nos peitos...SÃO GASES!...  e chama-se PUMZINHA PEIDA!

georgina.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

D - Ele não é nem 1/4 do homem que eu sou... Conor McGregor

 

 

Papagaio: Pois claro que não ! Toda a gente sabe que o Floyd mudou de sexo antes do combate. Por isso é que levaste nas ventas de uma mulher, à força toda!

conor mcgregor.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E - Se não me quiserem, vamos ter de chegar a acordo(...) o que implica o pagamento de indemnização e subsídio de desemprego... Paula Brito e Costa

 

 

Papagaio: Ó fofa, não sabia que davam essas regalias todas na prisão!... Não é "Prisão" que rima com "Indemnização"? Ou será com  "Sodomização"? Com tanta "confusão", se calhar vai ser difícil chegar a "acordo"!

paula brito e costa.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

F - 73% dos médicos já lavam as mãos... Alexandra Campos

 

 

Papagaio: Olha a grande coisa, ó fofura!!!!!  No caso das mortes por Legionella a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, lavou logo as dela! Não tem feito outra coisa! Anda sempre a esfregar-se...

legionella.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

G - É o maior escândalo de sempre do futebol português...  Francisco J. Marques

 

 

Papagaio: Que baralho que aí vai! Mas o  fofinho está a falar de quê? Dos árbitros do S.L. Filipe Vieira ou da Fruta e Chocolatinhos do F.C. Pinto da Costa? Às tantas estará a referir-se aos fumos dos cigarros eletrónicos do S.C.Bruno de Carvalho!

francisco j. marques.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

H - Eu não vim para Paris por causa do dinheiro... Neymar Jr.

 

 

Papagaio: GLAAAAACT!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Carneiro fofinho! Enganaste-me bem enganado! Vieste à Disneylândia, não foi?

 Se não foi o dinheiro, deve ter sido a CHAVE... da amiga Olga! Só pode!

neymar.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Papagaio

 

Coleção Raríssima de Paula Brito e Costa

paula brito e costa.png

  

    Paula Brito e Costa irá apresentar, na Feira de Carcavelos, vestuário da sua coleção pessoal, adquirida ao longo dos anos e dos seus mandatos, com fundos próprios.

    Algumas das peças estarão disponíveis a preços promocionais e exclusivos, para fazer face à crise raríssima em que a Senhora Diretora se meteu.

    Do espólio em causa, farão parte restos de vestidos, pares de sapatos com pouco ou nenhum uso e uma linha íntima de lingerie que foi utilizada pela própria em cerimónias protocolares, receções a membros de estado e jantares no Panteão com digníssimas figuras da realeza internacional.

   É aproveitar, minha gente!

Papagaio

Promocoes_Feira_de_Carcavelos Raríssimas.JPGpapagaio

 

 

Um problema de atraso...menopausa...infertilidade...

trump e joana papagaio.jpg

 

   O motivo que levou ao nosso atraso deveu-se a termos ficado retidos na Faixa de Gaza. Donald Trump entupiu aquilo com camiões e tem andado a recolher carradas de entulho para começar a construir  de uma vez por todas o muro anti-mexicano. Ao contrário do que diz  Nuno Rogeiro, a declaração de Jerusalém como cidade totalmente israelita não tem nada que ver com questões ideológicas e muito menos políticas do presidente das asas fritas. A América tem é falta de matéria-prima e contratou estudantes palestinianos para suprir o fornecimento de calhaus.

  E ainda nos atrasámos mais porque, quando chegámos a Lisboa, quisémos apanhar o 15E para a Praça da Figueira e saiu-nos o 69X que ia para a Igualdade de Género. Ainda tentámos entrar na carreira, mas apareceu uma gaja de avental, chamada Joana Amaral, que nos varreu dali com uma pá, uma vassoura e uma esfregona,aos berros, toda histérica, a gritar e a largar perdigotos que a carruagem estava reservada e só levava mulheres! Ainda forcei, a tentar explicar que era um papagaio, mas ainda se encarniçou mais! «Que eu, se quisesse, que fosse a pé, ou que me fosse f***r, como os outros homens todos, esses hipócritas engravidadores!» Não sei que raio de mal é que fizeram à mulher, é provável que andasse naqueles dias do mês... ou serão efeitos da menopausa? Agora que pensamos melhor, já tinha ares de ser entradota, com umas rugas do caraças nos olhos!

  Adiante - apanhei boleia, mas também não correu muito bem! Demorei montes a cá chegar: o indivíduo que ia a conduzir fartou-se de dar voltas e voltas. Que eu que tivesse paciência! Disse que tinha umas fotocópias para mandar arquivar e umas quantas de guitarras para entregar na caridade... e que ainda tinha de passar pelo Tribunal, no Campus da Justiça. Disse que se chamava António...

   Portanto, foi por tudo isto que me atrasei, e só agora é que consegui chegar ao blogue. Pedimos as mais sinceras desculpas!

Papagaiopapagaio