Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog Papagaio

A que casa de banho irá Conchita Wurst?

conchita wurst.jpg

 

    A questão é fundamental. Ainda que não o seja para o geral da sociedade, pelo menos é-o no nosso espírito. Como uma daquelas músicas que ouvimos da parte da manhã, logo que nos levantamos, e que nos persegue na memória até à noitinha. A dada altura, com tal adesivo, tão insistentemente a martelar, já estamos de tal modo saturados de repetir a modinha, que explodimos com um: "já basta desta p****rra, pá!!!".

   Assim, às vezes, a imagem de Conchita Wurst também se nos cola, e perguntamos, afinal, a que raio de casa de banho é que ela (ou ele) irá?

   Isto seria tudo muito fácil de responder há 150 ou 200 anos atrás, porque as casas de banho não exigiam a presença de sinalética própria de identificação e estavam situadas atrás de qualquer moita ou de qualquer árvore de tronco volumoso...e ninguém fazia caso. Seria lá que Conchita também iria fazer o seu xixi e retocar a toillette. Também porque, há 200 anos atrás, se alguma mulher usasse barba, isso seria só por involuntário e indiferente hirsutismo, e não por se ter deixado crescer a barba e o cabelo com apontamentos de aproveitamento artístico e para  convenientes efeitos  de atração mediática...em tons não só de prejuízo como também com um pouquito de humilhação sobre o pirilau próprio.

   Se fosse o querido leitor, o que faria?: rapava a barba do pirilau e deixaria ficar a da face, ou implantava uma vagina e cortava o cabelo comprido? Também poderia rapar a barba da cara e deixar o cabelo comprido, implantando uma vagina e um pirilau simultaneamente. As hipóteses são variadas, quase infindáveis, embora com implicações técnicas e tarifários substancialmente diferentes.

     Afinal, talvez Conchita seja isso: uma "gajo" com barba e cabelo comprido! Ou, em alternativa, um "gaja" de cabelo liso e barba por fazer... não nos resta a mínima dúvida! Tal como não nos resta dúvida de que nunca teve muito jeito para cantar, mas isso serão contas de outro rosário...já para não falar das suas canções, em si mesmas, que soarão um pouco a menos vulgar que as do Saúl e da Maria Leal... juntos!!

    Não nos interpretem mal! Que se lixe a questão dos homens, das mulheres ou dos hermafroditas. Que se danem as lutas sobre a expressão de género, as modas dos travestis, os direitos dos homossexuais, as fobias dos heteros ou as confusões de identidade mental, emocional, amorosa e/ou sexual. O que nos faz espécie é imaginar a que raio de casa de banho é que ela (ou ele) irá!

  Se for à dos homens.jpgserá um festival de riso. Se for à dassenhoras.pngserá um festival de medo e indignação. Alguém que reforme a sinalética, se fizer o favor, e invente uma nova tabuleta...wc.jpg

 

 

 

Papagaiopapagaio.jpg

 

 

 

 

13 comentários

Comentar post