Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog Papagaio

Qual é o melhor nome para dar ao seu filho?

 

nomes de bebés.jpg

    Está a pensar em dar à luz? Por mim, tudo bem!; eu opto pela via mais fácil e dirijo-me à cozinha para ligar o interruptor, mas se o (a) querido(a) leitor(a) estiver na teimosia firme em ir abrir as pernas até fazer corrente de ar,  colocar-se aos gritos como se não houvesse amanhã e atirar-se às paredes num quarto de hospital,...se é essa mesmo a sua intenção, fazemos aconselhamento onomástico para seres nascidos no masculino. Saiba quais os nomes que estão na berra e qual a vida que o seu filho pode esperar com a designação identitária que você lhe vai dar para o resto da vida e anexos. Escute só:

 - Afonso - este está na berra há já alguns anos. Quando a moda passar, o consumo de antidepressivos aumenta!

- Martim - outra mania! O caso é pior que Afonso! Tem aquela fineza no som, mas Martim rima com "Pudim".. ai!, na escola!!!!

- Óscar - sem comentários! Dá jeito no mês de março, que é quando todos querem ter um, embora do outro lado do mundo!

Santiago - Escândalo! É um dos nomes mais desejados pelas mães. E o pior é que são dois nomes, não um! E não vai a lado nenhum que faça sentido!

- João -  Eu não me chamo "João", o que é uma sorte... e mostra de que quem me deu o nome quis ser algo original!

- Francisco - Tudo bem! O problema é que ninguém acaba por ser "Francisco"... passam todos a "Chico"... Hi! Hi!

- Rodrigo - Excesso gutural. É bom para quando estamos constipados... com expectoração! LOL! Muitos adoram! OK!, meu!!!!   

 - Miguel - É muito original... soa a fruta madura, pronta a ser apanhada. Também rima com "pastel" e ... coiso...

- Duarte - É nome de gente importante, sem dúvida!

- Gabriel - Rima com "Miguel". Gera é desconfiança... toda a gente vai achar que é uma peste, por ter nome de anjo.

- Gonçalo - Lá está a tal coisa das modas!. Há meia dúzia de anos isto podia dar direito a gargalhadas e comprimidos. Hoje, é chique! Ahhh... e rima com "estalo" e "robalo". 

- Pedro - Pedro Penedo da Rocha Calhau! Cá está uma boa sugestão... e é uma maneira de fugir à atroz falta de originalidade. 

- Tiago  - A malta diz que não acredita em Deus, QUE O SAGRADO É UM EMBUSTE!; ou seja,  gostamos de nos armar em ateus e, depois, "toca a ir à Bíblia buscar nomes religiosos!".  É caso para dizer: " SANTA BEBEDEIRA!"

- Dinis - Importante e poético, embora muito datado. Vai cair em desgraça! « - Ó Dinis, já foste à caruma, hoje?»

- Rafael - Soa a Tartarugas Ninja!

- Diogo - Um caso gravíssimo! Outra vez excesso de gutural com dental. Péssimo para a minha garganta e para a minha placa... é traiçoeiro por causa dos perdigotos!

- Lucas - Sensação a eletricidade e a nome de lâmpada para faróis de automóvel! Nááááá!

- Salvador - Outro muito na moda e muito desejado! Resta saber por quê! Lá está: religião e ateísmo de mãos dadas. É um nome coerente com os dias instáveis em que vivemos, sim senhor! E tem ar de festival...

- David - Este é complicado... aponta para tamanhos... e fartos de " O meu é maior que o teu..." estamos nós!

- Vicente - Rima com "aguardente". Já foi um nome meio maldito, e vai voltar a ser... é só os gostos mudarem. Estás feito, ó Vicente!

- Simão - Havia um macaquinho com este nome que era herói de banda desenhada. Desde aí, eu fiquei com a imagem, perdoem-me!

- José - Já cá faltava! Não comentar, por favor! 

- Mateus - Outro! vá, tem nome de compota! Salva-se da crítica!

- Diego  - Isto não é português... era só para avisar os pais.. e os juízes dos tribunais. Se "Diego" for português, então "Diogo" é sarraceno"

- Manuel  - "Ti Manél tinhúma quinta... iá, iá, ou!

- António - tudo bem, mas quando for velhinho não se livra do " Éh!, Tintóino!" 

- Vasco - nome de vassoura, quero lá saber! Começa por "V" e, para mim, é quanto basta!

- Leonardo - Ataque cardíaco, tenho de ir tomar os meus comprimidos... acudam... LEONARDO! Nem digo com o que rima...

- Bernardo - Eu também via uns desenhos animados com um cão muito bonito... para além disso, é nome de cobertor ou saco-cama!

- Luís - nariz, Paris, giz.. ai!ai!, como a vida vai ser difícil...

- Eduardo - até é fixe... debaixo de água! O Tim Burton também gostou... e destruiu o nome!

- Isaac - tipicamente português.

- Rúben - cheira a nome de pneu recauchutado e de marca branca. Ninguém sabe o que quer dizer, mas muita gente atira com isto para cima dos inocentes. Eu ajudo: tem algo com cores, entre outras variadas coisas...

- Filipe - Sarraceno... não devia ser autorizado em Portugal... viva o 1º de dezembro, carago!

 - Matias  - não conseguimos comentar, tal a profusão de alarvidades que nos ocorrem... sério que é melhor não!...

- Leandro - O rei da Helíria do Paraguaçú... há coisas mais feias... e bonitas... Hi! Hi!

- Xavier - xaile, xourixo, xávena, xalxicha...xinco, xeis, xete...

- Papagaio Giló - é o único nome decente que aqui se aproveita! Tem estilo q.b. e inspira profunda confiança.

 

    Sabia que a atual Lei portuguesa sobre o assunto, refere que, à luz do artigo 1875.º, nº2 do Código de Procedimento Civil “A escolha do nome próprio e dos apelidos do filho menor pertence aos pais; (e que) na falta de acordo decidirá o juiz, de harmonia com o interesse do filho".? Como os juízes têm parte no assunto, por isso é que, porventura, fica explicado o gosto meio duvidoso com certas escolhas dadas aos nomes dos ganapos. Eu conheço um indivíduo que se chama Otávio Está Encerrada a Sessão...ervas recreativas de algum  juíz, certamente!

     Os pais são, portanto,  os primeiros titulares do direito de escolha do nome do filho menor, direito que deve ser exercido em conjunto, e não isoladamente.  Não obstante, esta declaração pode ser prestada por ambos os pais, mas também  só por um deles ou por qualquer das pessoas com legitimidade para declarar o registo. Em Portugal, para além dos pais, também temos a figura abominável  da madrinha que, apesar de, na generalidade das vezes, não se enrolar na cama(??????), tomando parte e participação na feitura do bebé, com o (suposto) pai, tem quase sempre a mania que manda e decide,  injetando veneno e criando literatura da boa; por isso, mete o bedelho na decisão do nome que se há de dar ao pobre infante! Mas isto é um particular muito em voga no espaço português, e não se costuma passar tantas vezes nos países civilizados.


   O nome completo deve compor-se, no máximo, de seis vocábulos gramaticais, simples ou compostos, dos quais só dois podem corresponder ao nome próprio e quatro a apelidos. ( Isto é relativamente recente, e o D. Duarte, quando souber da implementação desta medida, vai achar que é uma grandessíssima m*rda ao reconhecer que o seu estatuto de nobreza está ferido de morte, nos seus pilares: em linguagem do povo, vai ficar f*didinh* quando souber que os próximos oito flhos que ainda pretende ter, já não vão poder usar 23 nomes próprios e 49 apelidos!

Papagaio

P.S. Caso não tenham reparado, acabámos de nos meter com os gostos inabaláveis de metade da população portuguesa, isto sem contar com os pais e as mães! Em primeiro lugar, é preciso "tê-los no sítio" ( e o juízo completamente fora!); em segundo, encontramo-nos, mais tarde, em tribunal. Saudações onomásticas!papagaio.jpg
 

 

 

3 comentários

Comentar post