Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

#Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog #

Quando for grande, quero ser....egocentrista?


parabéns.png

   As  redes sociais e os blogues são uma coisa bizarra, no mínimo, e isto é para não utilizar termos que me estão a badalar na cabeça, mas que não utilizo. E não utilizo porque chocariam finas folhas de papel vegetal e acabariam por me trazer, sobretudo, a possibilidade de comentários chunga e azeitismos, superauit à diversão! E eu só gosto, exclusivamente, de me divertir.

    É mesmo assim, pronto! Criado neste defeito; e por isso é que alguma gente me atura com certa dificuldade, o que inclui, na lista, o Primeiro-Ministro (de muitos países e repúblicas, não é só o nosso!), alguns influenciadores e Youtubistas de esgoto e a e...adiante!... 

   Acontece que, quando me parece ver uma "coisa gira", lá me foge a língua a correr da boca para fora e dá-me um trabalhão tentar apanhá-la. Às vezes, desisto e até a deixo ir. Perdido por dez, perdido por mil! Na verdade, o que não falta é azeitonas à minha volta. Eu próprio sou (azeitona!), mas comigo posso eu bem. Já com os outros, ou me dá a vontade de rir ou a vontade de esfolar.

   Vai daí e: "as redes sociais e os blogues serem uma coisa "bizarra", não sei se já tinha dito!

   Uma fulana, que passo a identificar como L.M., igual a tantos milhões de outras fulanas, colocou uma foto, "descalça até ao pescoço", a mostrar a cara e outras coisas de tamanho considerável, no Facebook. A foto vinha acompanhada do seguinte apontamento lírico, que me derrubou a alma com perplexidade - tive de contratar um guindaste para me levantar a alma do chão!!! ( e não, não foi só por causa da ortografia e da pontuação!):

40 ,Quarentaaaaaaaaaa!!
Até quiz escrever aquele texto,
Aos quarenta eu isto , aquilo e o outro....
mas não !!
aos quarenta continua -se;
Lutando
Acreditando,
Aprendendo
Sonhando
Brincando
Sorrindo,
amando!!!!!
E até, chorando.
Aos 40, a metade...
o medo que tive otrora de aqui chegar...
E a felicidade que hoje é, cá estar.
40, que meta, medonha aos 15
Que meta arriscada aos 30
E que mEta tão gratificante agora
Obrigada vida!!
que se celebre a ViDA !!

   Eu não tenho a certeza certezinha das contas, mas, só em Penafiel e Bragança, pelo menos umas duzentas e vinte e oito moças devem ter feito a ternura dos quarenta no mesmo dia e à mesma hora que esta lambisg...senhora. Dois oitavos da população mundial festejaram o seu aniversário, sem roupa e "à Narciso", no Facebook, na mesma data; 70% destes devem ter tirado uma selfie às trombas e às partes baixas e intermédias em plano aproximado, 48% publicaram-na na rede azul à espera que lhes dessem os parabéns com emojis saltitantes e coloridos; 10% do total seriam homens, 54% deveriam ser mulheres à procura de homem ou de outras mulheres, 7% deveriam ser mulheres à procura delas próprias, pelo que devem sobrar 33% daqueles que decidiram juntar um "poemeto" caseiro a isto tudo. Ainda, 3% desses "enunciados líricos fofinhos e fatela" deveriam conter, provavelmente, erros de ortografia de bradar aos céus ou ataques sodomitas às regras inocentes de pontuação. Restam 14% de quarentonas debutantes, demidecasquê, em segundo plano, e a mostrar a face no livro das trombinhas, em poses hipnotísticas de primeiro plano.

   Não resisti à minha curiosidade e perguntei à  estreante quarentona tuga (mas que simulava escrevinhar com toques de Português-do-Brasil) - com todo o trato e respeito - qual a razão para estar a fazer uma declaração pública, em tom de orgasmo incontido, assinalando um aniversário com uns versos tão ternurentos e tão repletos de metafísica existencial, precisamente aos quarenta anos de idade, declaração, essa,ainda, ilustrada com a tal bizarra foto de insinuante mulher ligeiramente enfeitada "à manga-curta", deitada, a olhar penetrantemente para os cibernautas gulosos e babados. A resposta foi do mais esclarecedor: " Então não se vê? Qual é o espanto? Eu fiz quarenta anos e a foto sou eu!"

   Francamente! Sou MESMO esstúúúússssspido!!!... e burro... e bizarro! A moça só estava a celebrar interiormente a sua identidade individual; vai daí, saltou no meio das outras 732.449 moças que fizeram 40 anos nesse dia e vieram para a facenet "mostrar-se", esfregando-se qual sabonete exclusivo! E, ó caríssimo Papagaio, 40 não é para todos!!, muito menos para aqueles que têm cara e corpo de 22, mesmo à moda de figurar na multidão indistinta do Facebook, ainda que já estejam disfarçadamente muuuuuito mais velhos!

AH!   Imagem relacionadaParabéns a você, nessa data f*d*d*!...Resultado de imagem para símbolos musicaisImagem relacionadaImagem relacionada

Pap...papagaio

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.