Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Giló - O Papagaio Indiscreto

#Aqui no Papagaio e no Sapo Blogs outra vez? Pá! Vão à praia, façam amor com a(o) namorada(o)... evitem é perder o vosso precioso tempo neste botequim! Podiam, pelo menos, ter o bom gosto de escolher outro blog #

Reedição: Os taxistas, a Uber, a Cabify e as virgens violadas...

táxi.jpg

   Não seria caso para agir de forma tão dramática, tal como fez a CIG, (Comissão para a Igualdade de Género). As meninas não foram "apalpadas"! Até porque toda a gente está habituada a saber que o único sítio onde os taxistas colocam a mão é no bolso do cliente; por sua vez, o nosso governo põe a mão no bolso dos taxistas. Mas é só mesmo isso, nada mais! Fica tudo por aqui.

   A situação que gerou polémica terá sido "uma boca" mal atirada por algum taxista despudorado e mal educado, levado, à mistura, por um laivo de má disposição - cabeças a reagirem a quente... a ferver. Vai daí, e as "meninas virgens" é que tiveram de vir ser socorridas.

   Normalmente, o que acontece é que os taxistas,  - e atente-se bem! - eles próprios é que costumam ser violados, dentro dos próprios taxis, sobretudo à noite, em locais ermos. E não há ninguém que os salve. Ficam sem o dinheiro, sem a roupa e sem a vida, por vezes!        Ultimamente têm sido, até, algo sodomizados pelas plataformas eletrónicas, que não querem pagar impostos e lhes fazem concorrência supostamente desleal. Não vamos é agora, só porque existe alguma experiência da classe para viver "situações extremas", achar que, por uma atitude mais atrevida ou boquinha foleira, existe indício de perigo para a integridade das pessoas (sobretudo das virgens e sem experiência sexual. Que as há também com alguma experiência!).

   Por tudo isto, eu sugeria que alguém sossegasse a CIG: nenhum taxista irá violar quem quer que seja, seja mais novo ou mais velho, mais virgem ou menos virgem.

   Já quanto à Lei, dessa, ninguém quer saber: Aí, houve clareza - que "Ela" era para "ser violada" - a pobre que nunca fez mal a uma mosca! Facto cruel disto tudo, mesmo, é que o Ministério Público já está a investigar se houve desonra para as donzelas ofendidas; só ainda não se pronunciou sobre a ofensa à vida sexual da "Lei", essa grandessíssima meretriz!

1 comentário

Comentar post